XVIII MOSTRA DE VIOLÃO FRED SCHNEITER

foto_fred.jpg

70 anos de Sérgio Assad

 

A Mostra e Concurso Nacional de Violão Fred Schneiter já fazem parte dos eventos tradicionais do cenário violonístico da América Latina. A primeira edição do Concurso aconteceu em 2002 e da Mostra, em 2004.

 

O grupo informal Amigos da Mostra, criado em 2006, tem como objetivo principal reunir fundos para que o evento não dependa de patrocínios para acontecer.

 

Este ano a Mostra comemora os 70 anos do violonista e compositor Sérgio Assad, premiado com três Grammys Latinos de Melhor Composição Clássica (2008, 2015 e 2022) e que, ao lado do irmão Odair Assad, forma, a mais de cinco décadas, um dos mais impressionantes e aclamados duo de violões do mundo: o Duo Assad.

 

A programação desta edição conta com a participação do alaudista barroco mexicano Francisco Gil e os brasileiros Celso Faria, Luis Carlos Barbieri, Mário da Silva e Nicolas de Souza Barros, como solistas. Teremos também a presença de grupos de câmara, como o Duo Maia (violões), o Duo Madri (violões) e o Trio Elipsoidal (violões), este último de São Paulo.

 

 

 

FRED SCHNEITER

O violonista e compositor baiano, Fred Schneiter, nasceu em Salvador no dia 03 de outubro de 1959. Desenvolveu sua carreira entre os anos de 1980 e 2000, no Rio de Janeiro. Estudou violão com Lula Perez e o Bacharelado em Violão na UNIRIO, com Turíbio Santos. Em apenas duas décadas dedicadas ao instrumento, colocou seu nome no seleto grupo de violonistas compositores e é, sem dúvidas, um dos mais destacados nomes de sua geração nesta categoria. Como concertista, atuou no Duo Barbieri-Schneiter (violões) realizando concertos nas principais Salas e séries musicais do Brasil, além de concertos em festivais na Europa e América Latina. O Duo lançou 3 CDs com um repertório amplo, sempre com arranjos, transcrições e composições originais, dedicados tanto à música de Vivaldi, Scarlatti e Piazzolla, quanto às composições de Garoto, Dilermando Reis e João Pernambuco. Em 2018, foi lançado o quarto CD do Duo Barbieri-Schneiter Memória: Bach e Mozart - Arquivo ao Vivo. São concertos que foram gravados ao vivo pelo Duo entre 1988 e 1993, na Sala Cecília Meireles, Auditório Guiomar Novaes (anexo da Sala), e no Auditório da Aliança Francesa da Tijuca, no Rio de Janeiro. Fred Schneiter faleceu prematuramente, aos 41 anos, em 05 de maio de 2001, deixando um precioso legado de composições, principalmente para violão solo e duos de violões.

 

 

foto_fred02.jpg

FRED SCHNEITER

Friedrich Schneiter nasceu em Salvador/ Bahia, em 03 de outubro de 1959.

 

Após abandonar o terceiro ano do curso de engenharia elétrica, na Bahia, aos 20 anos, foi para o Rio de Janeiro em 1982 e iniciou seus estudos de violão com Luiz Antônio Perez decidido a ingressar no curso de bacharelado em violão na UNIRIO.

 

Participou de diversas formações cameristicas atuando como solista, em duos de violões, trios, quartetos e orquestra de violões e em conjuntos de música antiga.

 

Leia mais...

 

 

curso2.png

O CONCURSO 

Com periodicidade bienal (acontece sempre nos anos ímpares) o concurso segue os moldes do que está se tornando cada vez mais comum em importantes eventos como este: para a prova eliminatória as duas peças de confronto devem ser filmadas, sem emendas, e os links são anexados à ficha de inscrição, tudo on line.

 

O número de selecionados para as provas públicas é limitado a 8 candidatos tendo a Comissão de Seleção autonomia para reduzir ou aumentar, minimamente, este número de acordo com o nível dos candidatos.

 

 

Leia mais...

separador2.png
violao_drijpg.jpg

A MOSTRA

Acontece anualmente em outubro, mês de nascimento de Fred Schneiter. Além de violonistas e conjuntos consagrados existe um espaço reservado para os jovens violonistas e jovens compositores que estão escrevendo para o instrumento. Outra característica do evento é sempre convidar um violonista da América Latina.

cel.png

Luis Carlos Barbieri (Diretor da Mostra)
 (21) 98308-3337

 

fone.png

(21) 98308-3337

email.png

amigosdamostra@gmail.com